Resenha: Hidratante Nivea Milk

Eu não gosto de passar hidratante. Mas não gosto mesmo. Entendo os benefícios e blábláblá, mas continuo não gostando. Eu saio do banho e já quero me arrumar pra sair ou colocar um pijama gostoso e me jogar na cama. Realmente não curto hidratante.

Minha vida era assim até o ano passado, quando eu tomei gosto (e que gosto!) pela coisa. Hoje eu sou ALOK do hidratante. Tomo banho mais rápido só pra passar o hidratante logo. Não sei como isso aconteceu, mas estou feliz que tenha acontecido, minha pele agradece (:

Recentemente mostrei no blog um hidratante da Nivea e desde então tenho usado ele direto. Então hoje faço a resenha dele.

DSCN6408

Esse é o Nivea Milk. Você acha ele facilmente em farmácias e não passa dos 15 reais. A embalagem contém 200 ml de produto.

DSCN6410

A promessa dele é de hidratação super intensa, tanto que ele é indicado para peles de secas a extrassecas. Minha pele no corpo é extremamente seca, principalmente cotovelos e joelhos. Portanto, sempre tive que escolher uma hidratação potente, senão não faz efeito algum.

A fórmula contém óleo de amêndoas, que é conhecido pelas suas propriedades hidratantes.

DSCN6413

Antes mesmo de usar o produto, eu já tinha uma noção de como seria. Porque quando a Nivea diz que é super hidratante, é super hidratante MESMO.

O produto é muuito consistente e firme, algumas pessoas podem até sentir dificuldade de passá-lo de forma uniforme na pele. Na minha opinião, eu acho é bom que seja assim haha Só dessa forma consigo sentir que realmente tem alguma coisa acontecendo, sinto o produto agir de verdade.

Por causa dessa consistência toda, ele demora um pouco mais pra ser absorvido pela pele, o que eu sei que incomoda algumas meninas. Eu mesma não gostava de colocar roupa estando toda melecada de hidratante, mas agora me acostumei.

É realmente um produto muito bom, só não comprarei de novo porque, como eu disse lá em cima, hoje eu sou ALOK do hidratante, e quero experimentar todos que eu puder haha

Mas se só existesse esse no mundo, compraria com certeza!

_______________________________________________________________________________________________________

Gostaram? Alguém já usou esse hidratante?

Qual hidratante você estão usando?

Beijos!

Anúncios

Resenha: Blush Bella Bamba – Benefit

Estou com essa resenha empacada há um tempão, mas só agora que consegui me organizar pra fazer esse post. Vocês perceberam que tá tendo até 2 resenhas por semana, né? Essa sou eu correndo atrás do tempo perdido hehe

A resenha de hoje é do blush Bella Bamba, da Benefit.

DSCN5936

Esse mini mini mini blush veio no Kit Sexy Little Stowaways (mostrei o kit completo nesse post). A embalagem contém 3g de produto, o que eu acho muito bom para um blush. A embalagem é de plástico preto bem resistente. Só acho que ela deva abrir com facilidade, já que não tem nenhuma trava.

DSCN5938

Disque é um blush 3D. Ok, lendo assim parece legal. Mas sei lá, eu particularmente não acredito muito nessa tecnologia 3D, pra mim é tudo igual hahaha

A Benefit tem outro blushes muito lindinhos e de qualidade, mas fiquei feliz de ter começado experimentando esse. Na foto abaixo está a razão disso.

DSCN5939

Olha que cor mais linda e única, gente. O Bella Bamba é um coralzinho puxado pro rosa ou um rosa puxado pro coral, como preferirem (: Em peles negras fica MARA. Em mim, que sou morena, ficou bom também. Acredito que nas branquinhas deva ficar uma bochecha de boneca ❤

DSCN6663

Ó que coisa rica. Esse blush é MUITO pigmentado, então tem que ter ~parcimônia~ na hora de aplicar. Ele também é muito macio e a cor pega fácil no pincel/dedos.

Quando fui fazer esses swatches achei que o blush esfarelou um tiquinho, mas nada que me incomode muito, porque quando eu passo com o pincel, não esfarela nada (:

DSCN6678

E esta é minha pessoa usando o Bella Bamba. Ele fica um tom quente na pele que eu particularmente acho lindo.

A duração dele é ok. Passo pela manhã e lá pela hora do almoço a cor já está mais fraca. Mas sair só sai mesmo com demaquilante.

Realmente gostei desse blush, acho uma ótima opção de cor para o dia a dia (:

______________________________________________________________________________________________________

Gostaram? Já conheciam esse blush?

Qual o blush preferido de vocês?

Beijos!

Resenha: A Probabilidade Estatística do Amor À Primeira Vista (jennifer e. smith)

Promessa é dívida! Ontem vocês ficaram sem post, mas eu comentei na fan page do blog (ainda não curte? clique aqui!) que hoje teríamos resenha de um livro. Então, aqui estou.

O livro de hoje é o A Probabilidade Estatística do Amor À Primeira Vista (the statistical probability of love at first sight), da autora Jennifer E. Smith.

DSCN6641

O livro conta a história de Hadley, uma garota de 17 anos que perde seu vôo para Londres por 4 míseros minutos de atraso. Ela está indo para Londres para o casamento de seu pai com uma mulher que ela nem conhece (mas já odeia). Enquanto espera pelo próximo vôo, Hadley conhece Oliver, um menino que também está indo para Londres por um motivo que não se sabe.

Em apenas 24h, Hadley descobre coisas sobre sua família, sobre o amor e principalmente sobre si mesma.

Um encontro totalmente ao acaso que muda o curso da vida dos dois. Quer dizer, qual a probabilidade de se perder um vôo por 4 minutos e por causa disso encontrar o possível amor da sua vida?

DSCN6645

Eu consigo descrever esse livro em 3 palavras: sessão da tarde. A história é super digna de filme da sessão da tarde. E vou contar uma coisa pra vocês: eu adoooro sessão da tarde. Então é claro que AMEI esse livro.

O fato de a história se passar em exatas 24 horas tornou a leitura muito mais interessante. Você fica querendo muito saber o que vai acontecer nas próximas horas, principalmente depois da metade do livro.

Durante o vôo da Hadley, me peguei lembrando de situações pelas quais já passei em aviões, e, assim como ela, não queria que o vôo acabasse.

DSCN6644

Como todo filme de sessão da tarde, o final é bem previsível, mas é o durante da narração que te prende a atenção. Assim como a Hadley, meus pais também são separados, então me identifiquei logo. A única coisa com a qual eu não me identifiquei foi o ódio e decepção que ela sente quando pensa no pai, afinal, ele simplesmente largou ela e a mãe em Nova York e foi viver com uma mulher desconhecida.

Gostei muito do fato de o livro mostrar como conhecer pessoas diferentes pode mudar nossas perspectivas. Essas pessoas nos mostram coisas que não conseguíamos ou não queríamos ver/aceitar. Me deu muita vontade de pegar um vôo aleatório (de preferência pra Paris #alok hahaha) e contar minha vida inteira pra um total desconhecido.

Gostei muito do livro e quero JÁ uma adaptação para o cinema o/

DSCN6643

O livro foi publicado no Brasil pela editora Galera Record, e olha… Parabéns, Galera Record! O livro possui páginas amareladas, fonte e espaçamento muito bons, de verdade.

São 222 páginas divididas em 18 capítulos. É um livro de leitura fácil e leve, realmente gostei muito (:

______________________________________________________________________________________________________

Já leram essa livro? Gostaram? Quem ficou com vontade de ler?

Já vou começar a ler o próximo livro hoje mesmo haha

Beijinhos.

______________________________________________________________________________________________________

Um FELIZ DIA DAS MÃES para todas as mães dos leitores e leitoras do blog ❤

Resenha: Shampoo e Condicionador L’oréal Elseve Arginina Resist X3

Aproveitando que ontem teve post sobre cabelos (ainda não viu? clique aqui), a resenha de hoje será sobre o shampoo e condicionador da linha Elseve, o Arginina Resist x3, da L’oréal.

DSCN6415

Sempre via esses produtos nos comerciais e nas farmácias e morria de vontade de experimentar. Finalmente meu shampoo/condicionador acabou e eu tive um real motivo pra comprar novos hehe

Escolhi esse por causa dos benefícios dele, que mostro mais pra frente.

A embalagem é aquela padrão de todo e qualquer shampoo/condicionador. Mas essa tem o bônus da combinação linda de preto e rosa né? haha #soudessas

Tanto o shampoo quanto o condicionador possuem 200 ml.

DSCN6417

E essas são as promessas que eu comentei.

Quase sempre uso meu cabelo preso, então ele acaba ficando seco e quebradiço ): Com isso, fica mais e mais fraco, o que faz com que ele caia, ao meu ver, mais do que o normal. Então achei uma boa experimentar esses produtos da L’oréal.

DSCN6420

Esse é o shampoo. Ele não chega a ser nem totalmente opaco nem totalmente transparente. Lembrando que shampoo transparente é daquele tipo anti-resíduos e os opacos nutrem mais o cabelo. Então esse shampoo está num meio termo. E realmente, sinto meu cabelo MUITO limpo após a lavagem.

DSCN6421

O condicionar já é daquela consistência que todos nós conhecemos. O cheirinho de ambos também não tem nada de especial nem diferente, mas é gostosinho.

Com esse condicionador, sinto que o cabelo fica super soltinho, o que no meu caso é bem bom, já que meu cabelo é repicado.

Tirei umas fotos pra comparar:

PicMonkey Collagecabelo

A minha cor de cabelo real é a da direita, o bem pretão haha Ficou daquele outro jeito por causa da iluminação ok?

Mas enfim. Vocês percebem a diferença? Antes o cabelo meio que tava uma “massa” só, depois da lavagem (com shampoo e condicionador), minhas camadas ficam mais soltinhas e definidas.

Também é legal dizer que o cabelo fica bem macio.

ps: eu não costumo alternar de shampoo, só quando acaba mesmo, então dá pra ver o efeito real dele (:

______________________________________________________________________________________________________

Gostaram da resenha? Alguém já usou esses produtinhos?

Qual shampoo/condicionador vocês usam? E o preferido da vida?

Me contem, beijos.

Resenha: rímel The Rocket Volum’ Express – Maybelline

Comentei nesse post que fiz algumas comprinhas e entre elas estava o rímel The Rocket, da Maybelline. É sobre ele que eu falo hoje (:

DSCN6533

O Rocket é da família de rímeis (?) gordinhos da Maybelline. Da mesma linha do The Falsies, do The Colossal e do One by One. Não sei o motivo, mas ele ainda não é vendido no Brasil e não tem previsão de chegar por aqui ): Acho que foi por isso que paguei mais caro por ele, por ser um produto importado e tal.

Mas como vocês vão ver na resenha, não me arrependo!

DSCN6537

Esse é o tamanho do rímel. Coloquei na mão pra vocês terem uma ideia. É o mesmo tamanho dos outros rímeis da família, e todos sabemos que rende muuuito. Com esse não tá sendo diferente, tô vendo que vai durar horrores.

E essa embalagem é muito amor hein ❤

Ah, vale lembrar que esse rímel também existe na versão à prova d’água, mas eu comprei a normal mesmo.

DSCN6538

Geralmente rímel importado vem com a escovinha de fora, coisa que no Brasil não acontece. Então aproveitei pra fotografar pra vocês antes de lambuzar ele todo de preto hehe

A escovinha dele é daquelas de silicone, bem molinha. Como o objetivo é dar volume, as cerdas são beeem juntinhas umas das outras, o que concentra mais produto na escova. Gosto muito de escovas assim, dão um efeito lindo e diferente.

DSCN6539

Aqui dá pra ver a disposição das cerdas, umas mais compridinhas, que alongam os cílios e as mais curtinhas, que “pintam” eles desde a raiz.

Por mim todos os rímeis vendidos aqui deviam vir com a escovinha fora, dá pra saber melhor o efeito que vai dar nos cílios (:

DSCN6542

Aqui já é a escovinha lambuzada de rímel hehe Vocês percebem a diferença no tamanho das cerdas? As pequenininhas mal aparecem, e as grandes só aparece a ponta. Isso acontece porque, como eu disse lá em cima, o objetivo é dar volume, e pra dar volume, a escovinha tem que concentrar muito produto entre as cerdas.

DSCN6544

A única coisa que eu senti falta foi de uma ponta mais fina, pra pegar os cílios da parte mais externa do olho. Podem ver que o topo da escova é bem reto, o que pode dificultar na hora de pegar aqueles cílios mais chatinhos. Mas não é um problema muito grande, não (:

Agora pra parte prática da coisa (lembrando que eu não usei curvex em nenhuma das fotos).

DSCN6556

Olhem só a diferença que essa máscara dá logo na primeira camada! Além de ter dado um volume bacana, levantou os benditos cílios também ❤ Além de ter deixado beeeem pretinho, do jeito que eu gosto.

DSCN6553

Com duas camadas dá pra ver ainda mais o poder da The Rocket.

DSCN6558

A diferença entre uma camada e outra também é gritante, não acham? Se alguém me perguntar, arrisco a dizer que deve ser um dos melhores rímeis que já usei <33

Com certeza comprarei de novo!

______________________________________________________________________________________________________

Gostaram da resenha? Alguém já usa esse rímel?

Beijos!

Resenha: creme para olhos It’s Potent!, da Benefit

Eu tardo, mas não falho hehe

Desde que postei aqui sobre o kit com produtos mini da Benefit, algumas meninas pediram pra fazer resenha do creminho (inho inho inho) para olhos, o It’s Potent! Ele promete clarear olheiras, suavizar bolsas e hidratar a área dos olhos.

DSCN5906

Pense na embalagem mais mini e fofa que você já viu. Agora adicione toques vintage, como a parte de vidro todo texturizado. Pronto, essa é a carinha do It’s Potent. Ele é realmente muito muito muito pequeno, o que torna ele uma fofura. Vai dar um dó de jogar fora ):

Tem gente que não gosta de embalagens de vidro pelo medo de quebrar, mas eu acho que depende do modo como você cuida e mantém o produto seguro sabe? No meu caso, eu deixei ele em cima da minha pia no banheiro e deixava alguns produtinhos maiores na frente dele, para impedir ele de cair. Funcionou muito bem.

DSCN5908

A tampa é daquelas de enroscar, o que acho que é super à prova de acidentes. Simplesmente não tem como abrir sozinho. Ponto positivo.

DSCN6425

Como eu disse, é realmente um produto MUITO pequeno. Tão pequeno que meu dedo indicador entrava lá com pouquíssima folga, e vinha mais produto embaixo da minha unha do que no dedo em si, então tive dificuldade em pegar o creme. A solução que encontrei foi usar a parte de trás da minha pinça pra pegar o produto, vinha a quantidade que eu precisava certinho.

DSCN6427

O It’s Potent é realmente muito hidratante. Isso não posso negar. Além disso, o produto é absorvido bem rápido pela pele. Como eu usava antes de dormir, por mim não tinha problema de ficar meio melequento, mas quando eu usava de manhã era bom que ele secasse logo, pra eu poder começar a maquiagem.

Agora, clarear olheiras… Não sei se as minhas são um caso perdido ou se ainda não achei o produto certo pra mim. Não vi nenhuma diferença no tom das olheiras, continuam mega power roxas-amarronzadas ): Como as minhas são genéticas, talvez só um tratamento com laser mesmo.

Mas pra quem tem poucas olheiras, é um ótimo produto. Realmente hidrata e percebo a ~intenção~ de clareamento do produto.

_______________________________________________________________________________________________________

Eu não tenho certeza se compraria novamente, acho que no meu caso, quero explorar outros cremes por aí, antes de sossegar com um hehe

Gostaram da resenha? Alguém por acaso já usou esse produto?

Beijos!

aviso importante: estou fora da cidade, num local onde não pega internet. Volto hoje à noite ok?

Resenha: As Vantagens de Ser Invisível (stephen chbosky)

Dia de resenha de livro porque nem só de roupa e maquiagem que a gente vive né haha

Hoje o livro da vez é o verdinho As Vantagens de Ser Invisível (the perks of being a wallflower), do Stephen Chbosky.

DSCN6522

O livro foi publicado no Brasil pela editora Rocco e eu achei bacana a diagramação. As páginas são brancas e o tamanho da fonte é médio, bom de ler. Em nenhum momento senti que tinha que forçar a vista ou algo assim, mesmo preferindo as páginas amareladas.

DSCN6532

O livro possui 223 páginas divididas em 4 partes. Não possui capítulos, só “partes”. Tem também um prólogo e um epílogo..

Eu não tenho certeza se gostei muito da capa. Geralmente não gosto das capas de livros que são iguais às imagens de divulgação do filme (sabem que tem um filme desse livro, né? Com a Emma linda Watson), mas esse verde tá sensacional haha

DSCN6528

O livro nos conta a história de Charlie, um menino de 15/16 anos. A história é toda narrada por meio de cartas de Charlie destinadas à alguém que não conhecemos. Não se sabe onde Charlie mora, nem pra quem ele escreve. Nos vamos conhecendo os personagens e a história de cada um à medida que vamos lendo as cartas. Todas elas tem dia, mês e ano, então fica mais fácil acompanhar a história assim, cronologicamente.

DSCN6530

É muito difícil fazer resenha desse livro, porque ele simplesmente não tem uma história com começo, meio e fim. Ele simplesmente acontece. E vai contando aos poucos, através de diálogos e reflexões do próprio Charlie.

Confesso que senti falta de ter eventos surpresa, reviravoltas e simplesmente não tive aquele “aaai, o que será que vai acontecer agora???”. Não tinha emoção nenhuma. Mas o livro é recheado de frases inspiradoras, que te fazem refletir sobre diversos assuntos. Falam sobre relacionamentos, sobre vida e morte, sobre família, sobre segredos, e principalmente, fala sobre amizade. É bonito ver como Charlie vai construindo amizades, sejam duradouras ou não.

DSCN6531

É um livro gostoso de se ler, mas realmente senti falta de um “início-meio-fim” sabe? Talvez eu deva é ler mais livros assim, como esse, que saem dessa mesmice hehe

De qualquer forma, é um livro bom.

Fiquei curiosa foi pra ver o filme! Alguém já assistiu?

_______________________________________________________________________________________________________

Quem já leu esse livro? Gostaram?

Beijos

Resenha: Base Pure Makeup Maybelline

Quem chegou a ver o último post de comprinhas sabe que eu comprei uma base nova (entre outras coisitas más hehe) e que prometi fazer resenha aqui no blog. Pois bem, esse dia chegou. Hoje vou fazer o review da base Pure Makeup, da Maybelline.

Ela foi pensada e desenvolvida especialmente pra pele da mulher brasileira, que tende a ser mista/oleosa. A base contém ácido salicílico, que combate a acne. Também promete ser anti-brilho e anti-imperfeições.

DSCN6382

Pra começar, embalagem fofa de tudo. Tô amando o tom do azul dela (sou dessas). Ela não é nem tão grande e nem tão pequena, achei o tamanho ideal. Claro que pra levar numa necessaire é mais complicado, só se for maiorzinha. Mas de qualquer forma, ela tem um bom tamanho. Vem 30 ml de produto.

DSCN6404

verso da embalagem

DSCN6384

Minha cor é a natural (30), que é a segunda mais clara. Contando com essa, são 4 opções de cores (beige claro, natural, natural dourado e dourado). Achei que ela ficou um tico mais clara do que deveria, mas se levasse a natural dourado, ia ficar muito escuro. Então optei pela mais clara, que posso corrigir com pó depois.

DSCN6405

Para aplicar você desenrosca a tampinha cinza e daí aparece o “dosador” da base. Tirei essa foto pra vocês verem que ele fica meio melequento depois de alguns dias de uso, mas nada que atrapalhe muito.

DSCN6407

Essa base rende muito. Você consegue controlar bem a quantidade de produto que sai dela, evitando o disperdício. Só tenho medo de, quando a base estiver no final, o produto não conseguir sair e eu ter que cortar a embalagem ): Mas por enquanto tá tudo ok.

DSCN6391

E essa é a base concentrada. Como acho que dá pra ver, ela é bem fluida, mas sem ser melequenta demais. Passo com os dedos mesmo, fica um acabamento muito bom! São raras as bases que eu passo com o dedo, sempre preciso de um pincel. Com a Pure Makeup não aconteceu isso (:

DSCN6395

Essa é a base já espalhada. Ela adere super bem na pele e fica muito sequinha (amei isso nela <3).

Não tenho nada pra reclamar dessa base, mas talvez poderiam ter mais opções de cores. De qualquer forma, com certeza compraria novamente. E recomendo pra todo mundo, até mesmo que não tem pele oleosa (meu caso).

Não lembro exatamente o preço que paguei, mas não passou dos 25 reais.

_______________________________________________________________________________________________________

Já conheciam essa base? Gostaram dela?

Eu já adoro, estou usando direto ❤

Beijos

Resenha: L.A. Candy (lauren conrad)

DSCN6441

Acho que fiz bem em colocar esse livro pra ler na frente de outros. Tava num momento que tava precisando muito de uma história leve, cheia de clichês e, ouso dizer, bem mal escrita. Sim, mal escrita. Laurenzinha, fique com sua linha de roupas e seus livros de não-ficção tá?

Bom, L.A. Candy foi publicado no Brasil pela Editora Galera Record, e só tenho elogios a fazer pra edição. Páginas amareladas, margem e espaçamento ótimos. A fonte também tinha um tamanho bom de se ler, médio.

DSCN6437

L.A. Candy conta a história de duas amigas, Jane Roberts e Scarlett Harp, que acabaram de se mudar para Los Angeles. Entre aulas e estágios, elas vão tentando se adaptar a esse lugar agitado, onde todas as mulheres se vestem da mesma forma e onde ter dinheiro e boa aparência é o que importa. Numa noite, em uma boate, um produtor de TV avista as duas meninas e tem uma brilhante ideia: fazer um reality show contando TUDO sobre a vida dessas duas desconhecidas.

Da noite para o dia, Jane e Scarlett têm suas vidas viradas de cabeça para baixo: paparazzis, festas exclusivas, pessoas as reconhecendo na rua… E claro, não podia falta um bom escândalo, um triângulo amoroso e traição de amigas. Isso é Hollywood.

DSCN6435

Lendo assim parece promissor, né? E realmente é. Eu adorei a história, confesso que gosto dessas futilidades alheias haha Claro que, como escritora principiante, Lauren usa e abusa dos clichês, o que pode irritar um pouco os leitores mais experientes.  De qualquer forma, a história em si te prende do começo ao fim, mas um problema que eu vi nesse livro foi a narração.

Eu sempre gostei de narração em terceira pessoa, que é o caso desse livro, mas sei lá, essa parece que não fluía. Me sentia uma boba lendo as característicads físicas dos personagens, parecia meio forçado demais. O excesso de detalhes também me incomodou um pouco, achei que os eventos demoraram MUITO a acontecer. Alías, eu tava chegando na metade do livro e não tinha acontecido nada ainda, estranhei muito. No final, parece que tinha um número máximo de páginas e tiveram que fazer um final mega rápido pra poder caber no livro. Sei lá, minha impressão.

DSCN6440

O final deixa um gancho GIGANTESCO pro próximo livro da série (sim, tem continuação). Isso me pareceu meio forçado. O livro acaba meio do nada, sabe? Senti esse problema na narração desde a primeira página, o que é realmente uma pena, porque a história é super legal, apesar de fútil.

Mas sabe? Vou comprar o livro 2. Primeiro que eu quero ver se a narração melhora e depois quero saber como a história termina! Como eu disse, a trama te prende bastante.

DSCN6447

O livro tem 45 capítulos dividos em 314 páginas. Em alguns momentos, a história se passa do ponto de vista de Jane, outras vezes do ponto de vista de Scarlett e até mesmo do ponto de vista de outros personagens da história, sejam eles relevantes ou não. Cada título dos capítulos aparece em determinados diálogos e trechos do livro, me pegava procurando as frases no capítulo que eu estava lendo, foi engraçado haha

DSCN6442

Lauren te desprezando da capa do seu best-seller

DSCN6439

Resumo da ópera: não é um livro ruim, mas ele também não vai mudar sua vida. Eu recomendo só pra quem quer uma história lotada de clichês e futilidades.

Assim que eu comprar o 2 e lê-lo, resenho pra vocês, ok?

DSCN6452

(achei essa foto engraçada haha)

______________________________________________________________________________________________________

Gostaram? Já tinha ouvido falar desse livro?

Quem já leu?

Beijos!

Resenha: A Culpa É Das Estrelas (John Green)

É com grande pesar que venho informar a todos que terminei de ler A Culpa É Das Estrelas (the fault in our stars). Digo pesar porque não queria que tivesse acabado. Sério. Foi ridículo: terminei de ler e fiquei olhando pro livro uns 2 minutos, tentando colocar na minha cabeça que tinha acabado, que não tinha continuação e que era isso, beijo, tchau. Difícil. Porque sério, um dos melhores livros que eu já li ❤

DSCN6047

Começando pela capa. Olha que amor. Nunca tive um livro azul (sou dessas) haha

O livro foi publicado no Brasil pela Editora Intríseca. Ele foi super bem feitinho, adorei mesmo. São 248 páginas amareladas (amor verdadeiro) divididas em 25 capítulos, o que tornou a leitura bastante rápida. Me peguei várias vezes dizendo “só mais esse capítulo” e quando via tinha lido umas 20 páginas. Falando nelas: a diagramação do livro tá ótima, espaçamento legal, fonte num tamanho bom. Tudo como deve ser. Parabéns pra editora hehe

DSCN6050

Hazel Grace é uma menina de 16 anos que está em estágio terminal de câncer no pulmão (que era originalmente na tireóide) desde os 13. Sua vida basicamente é ficar pensando sobre como ela vai morrer. Ela simplesmente vai levando seus dias, conseguindo algumas coisas bacanas, como sua viagem pra Disney, como um dos “privilégios do câncer”. Certo dia, no Grupo de Apoio à Crianças com Câncer ela conhece um menino interessante, que por acaso não tira os olhos dela. Seu nome é Augustus Waters, o Gus. Logo no primeiro dia, começam a conversar e a partir daí surge uma amizade diferente de tudo que você já viu.

O que eu mais gostei no livro foram os diálogos entre a Hazel e o Augustus. Irônicos, ácidos, sem ~melosidades~ demais. Rápidos. Gostei de tantas frases que quis sair grifando o livro inteiro. Se algum dia eu chegar a reler, vou lembrar de anotar num caderninho.

Em poucas partes do livro John Green falou sobre o câncer em si. Ele focou mais em nos mostrar como dois jovens vão levando suas vidas e realizando seus sonhos mesmo com tantas dificuldades. Em alguns pontos, fiquei envergonhada. Às vezes eu reclamo de tantas coisas pequenas, sabe, e tem tanta gente com problemas maiores que os meus vivendo de boa. O livro me fez refletir sobre isso e isso valeu a leitura toda. Recomendo muito!

DSCN6054

Ao contrário do que diz Markus  Zusak, na capa, eu não chorei. Nem ri. Mas meus sorrisos foram incontáveis (:

DSCN6055

DSCN6056

Alguém mais já leu esse livro? Já tinham ouvido falar?

Parece que vai virar filme, confirma aí pra mim, produção! rs

Beijos!